Wikia Re:ゼロ
Advertisement
Informação

Natsuki Subaru (ナツキ・スバル) é o Protagonista principal de Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu. É um otaku que foi enviado a um mundo de fantasia. Ele oficialmente vira o cavaleiro de Emilia depois do incidente no Santuário e é revelado posteriormente como possuindo qualificações como aprendiz de sábio.

Aparência

Subaru tem cabelo preto e olhos marroms (pretos na LN). É descrito por sua aparência ordinária e possuir sanpakugan. Usualmente veste seu Moletom preto e laranja icônico mas possui outras roupas como a de mordomo que usa enquanto empregado pela mansão dos Mathers.

Devido ao Arco 5, as pernas e braços do Subaru foram infectadas por Sangue Negro de Dragão, por cortesia de Capella.

Personalidade

Enquanto Subaru tende a não entender as situações que encontra, levando-o a tomar decisões irracionais, ele é leal àqueles que considera querido, disposto a ajudá-los, mesmo que isso signifique seguir o caminho espinhoso. Ele tem sua determinação confirmada pelas muitas situações e circunstâncias que enfrenta no mundo da fantasia, originalmente tendia sempre a seguir o caminho 'fácil'. Como um Otaku fechado, ele fica esperançoso das possibilidades ao ser sugado para um novo reino, mas depois percebe as realidades da situação em que se encontra. Eventualmente, ele decide ser fiel e protetor daqueles que importam.

História

Passado

No seu mundo original, Subaru era o único filho de dois pais estranhos, mas bem-intencionados. Desde tenra idade, Subaru idealizou seu pai em particular, um homem popular em sua comunidade que era altamente talentoso em tudo o que fazia, um pai amoroso que priorizou sua família acima de tudo e tinha uma personalidade barulhenta que encantava qualquer um que conhecesse. Kenichi era tudo o que ele queria ser e crescer ao seu redor teve uma enorme influência na vida de Subaru. Orgulhando-se de ser seu filho, Subaru trabalhou para corresponder às expectativas que vinham com isso em sua mente. Por um tempo, ele conseguiu isso, pois Subaru se achou mais inteligente, mais capaz fisicamente e popular do que seus pares. Quando ele recebeu elogios Subaru ouviria como era esperado dele ser filho de Kenichi, o que o fez se sentir especial e com direito a um senso de superioridade.

No entanto, quando o pequeno mundo do garoto começou a se expandir gradualmente ao entrar no ensino médio, Subaru se deparou com os limites de sua própria habilidade. De repente, ele encontrou pessoas que estavam se tornando mais inteligentes e mais rápidas do que ele e, em geral, sendo melhores nas coisas que costumavam ser. Ele sentiu como se estivesse lentamente perdendo seu lugar e começou a abrigar um profundo sentimento de vergonha por decepcionar seus pais e medo de que todos o deixassem por falhas, dúvidas e aversão a si mesmos começaram a se desenvolver em seu coração. Mas, em vez de priorizar a melhoria dessas coisas para combater suas ansiedades, Subaru colocou mais importância em fazer coisas ousadas e ultrajantes para manter sua dignidade frágil e manter-se no centro das atenções. No entanto, quanto mais imprudentes as ações de Subaru se tornaram, menos pessoas queriam estar perto dele.

No entanto, Subaru continuou se enganando e acreditando em suas próprias mentiras porque, como filho de seu pai aparentemente indomável, ele não podia ser visto como um fracasso. Eventualmente, um dia, Subaru percebeu que não tinha mais amigos e, em sua solidão, Subaru percebeu que não era ninguém especial.

A partir de então, as comparações entre seu pai e ele próprio se transformaram em uma maldição que o feria e o sufocava em todos os lugares que passava, mas sua forte admiração por seu pai tornava impossível demonstrar essa dor a alguém. Eventualmente, ele parou de tentar se destacar e, quando o ensino médio chegou, ele se viu em um novo ambiente onde ninguém conhecia seu passado. Aproveitando essa oportunidade, Subaru tentou construir novos relacionamentos interpessoais, mas ele não tinha ideia de como se relacionar com os outros e acabou apenas imitando o pai, seu único quadro de referência que levou os outros a tratá-lo como palhaço e colegas de classe simplesmente ignoraram completamente sua existência. Um dia, Subaru pulou um dia de aula por falta de entusiasmo, que lentamente se transformou em algo constante até que, a certa altura, ele não frequentava as aulas havia três meses. Quando fora dos espaços públicos, Subaru se sentia liberto, mas mais do que isso, sua própria degradação significava que as pessoas começariam a distanciar-lo de Kenichi e em um sentido distorcido de esperança, seus pais passam a reconhecê-lo como inútil e o deixam de lado em abandono próprio.

Arco 1

Subaru é visto pela primeira vez em uma loja de conveniência japonesa local, comprando bens de consumo. Depois de sair da loja, ele acaba de alguma forma em um mundo de fantasia, depois que a atmosfera ao seu redor se distorce. Confuso com os acontecimentos ao seu redor, Subaru mais tarde percebe que ele foi sugado para outro mundo.

Subaru chega na capital de Lugnica com apenas sua roupa, celular e uma bolsa que continha sua carteira e bens que ele comprou na loja. Confuso, ele ronda pela cidade e eventualmente é assaltado por um grupo de ladrões Rachins, Gastom e Kamberley mas é salvo por uma meia-elfa. A garota de cabelos prateados se introduz como Satella e procurava por uma ladra que roubou sua insignia, Subaru menciona que deve ser a garota que passou correndo entre ele e os ladrões enquanto Subaru era assaltado. Em agradecimento pelo que a moça fez por ele, Subaru insiste em ajudar a garota a recuperar seu brasão, a ajudando a chegar até o armazém roubado onde eles haviam descoberto ser o esconderijo da ladra. Infelizmente, Subaru descobre uma cena de assassinato no interior do local e morre junto da garota, em seus últimos momentos ele tenta dizer a ela que "ele irá a salvar a qualquer custo" mas morre antes de conseguir completar a frase.

Subaru eventualmente nota que ele é incapaz de morrer, e que sempre que o faz retorna a capital em um momento anterior do tempo, nomeando sua própria habilidade "Retorno da morte". Isso lhe dá a chance de tentar o mesmo cenário diversas vezes até que ele consiga salvar a garota de cabelos prateados que lhe ajudou no primeiro momento.

Depois de chegar a este mundo e conhecer a elfa de cabelos prateados pela primeira vez, ele sentiu que ganhou um novo objetivo e a salvação agora se separa de sua vida antiga, mas suas inseguranças persistentes que Subaru tentou afastar pioraram devido às condições mais implacáveis.

Arco 2

Subaru após se machucar na luta contra Elsa e escapar do loop na capital, é levado para a mansão de Roswaal onde Emilia mora, lá ele fica preso numa nova série de problemas da qual tem que resolver dentro de uma semana.

Arco 3

Subaru viaja junto de Emilia, Roswaal e Rem para a capital real, oficialmente para tratar de seu portão danificado.

Na capital, Subaru brevemente encontra com Kadomon Risch e compra maçãs em sua loja para cumprir sua promessa com ele, encontrando por acaso com Priscilla Barielle, que havia se perdido de Aldebaran e estava sendo intimidada pelos 3 bandidos que atacaram Subaru previamente Rachins, Gastom e Kamberley. Subaru a salva dos ladrões, mas Priscilla arrogantemente diz que tudo no mundo gira em torno dela e que ela é abençoada com a sorte do mundo, Subaru duvida dela e esta propões um jogo para testar a verdade, ele iria jogar pedra, papel e tesoura com ela e toda vez que conseguisse acertar poderia tocar em seus volumosos seios, mas caso perdesse, a cada jogada Priscilla ficaria com e comeria uma das maçãs de Subaru, Subaru perde todas as maçãs que possuía nesse jogo com exceção da última, na qual ele força um empate usando uma mão impossível da qual ele chama de Pedra-papel-tesoura. Mais tarde, Emilia e Aldebaran encontram seus respectivos aliados e seguem seu caminho.[1]

Emilia extrai uma promessa dele para não se envolver no assunto da candidatura real dela. Ignorando-a e usando seus contatos com Priscilla, Subaru vai até a cerimônia, defende Emilia de insultos e desafia os cavaleiros ao se auto intitular cavaleiro sem ter recebido o título. Julius Euclius toma a função de representante dos cavaleiros, encarando a atitude desrespeitosa de Subaru como insulto e desafiando Subaru a um duelo, no qual Julius o espanca brutalmente e ganha facilmente. Emilia, agora incapaz de confiar em Subaru que quebrou sua promessa, quebra seus laços com ele.

Arco 7

Subaru acorda num local desconhecido perto de Rem que saiu do seu coma, mas esta não tem mais suas memórias e após um mal entendido ela foge dele.

Habilidades

Retorno pela morte : Retorna o usuário para um "ponto de salvamento" após sua morte. Essa habilidade foi dada a ele por Satella como um meio de ajudá-lo a salvar os que ele ama, caso precise.

  • Penalidades: Subaru é incapaz de revelar sua capacidade para os outros. Existem três penalidades principais por tentar fazer isso:
    • Subaru será forçado e dolorosamente silenciado pela mão da Bruxa e, em alguns casos, morrerá.
    • Qualquer pessoa que seja informada sobre Returno pela morte pode morrer em potencial.
    • Aumentará a densidade do Cheiro da Bruxa por pelo menos um curto período de tempo, o que atrairá qualquer Besta Demoníaca na área imediata para ele como mariposas em chamas.

Autoridade : Subaru atualmente pode usar duas autoridades: Preguiça e Ganância. Há rumores de que seu retorno pela morte também é uma autoridade, mas nada foi confirmado.

  • Autoridade da Preguiça : Subaru ganhou a habilidade de usar a Autoridade da Preguiça após a morte de Betelgeuse Romanée-Conti.
    • Mão Invisível/Providência Invisível :O Subaru pode causar interferência física, criando um campo de força invisível no formato de uma mão e pode passar por objetos, concentrando seus pensamentos. Subaru renomeia a técnica Mão invísivel para Providência Invisível ((ン ビ ジ ブ ・ ・ プ ロ ヴ ィ デ ン ス Inbijiburu Purovidensu )após a adquirir, embora ele seja capaz de controlar apenas uma mão e seu alcance seja mínimo.
  • Autoridade da Avareza (ō 欲 の 権 Gōyoku no Ken'nō): Recebido após a derrota de Regulus Corneas em que Subaru se tornou seu atual detentor.
    • Cor Leonis: Uma forma reversa do "Coração do Leão" de Regulus que Subaru ganhou no Arco 6. Como tal, funciona inversamente ao modo como o rei pequeno faz, no qual Subaru assume os encargos dos outros, seja físico ou mental, e os transfere temporariamente para si mesmo em troca de aumentos em suas habilidades de combate. Parece funcionar apenas nas pessoas que Subaru tem uma conexão emocional com quem ele pode sentir, vendo-as como pontos de luz quando a autoridade está ativa. Pode ser usado para derivar a localização relativa de todos e seus estados emocionais para si mesmo.

Usuário Mágico: Subaru era capaz de usar a Magia das sombras antes de seu portão desabar, embora ele ainda seja capaz de usá-lo até certo ponto com a ajuda de Beatrice, usando-a como um portão. Mais tarde, ele propõe três Magias das sombras que ele só pode usar com Beatrice. Das três mágicas, a terceira ainda está incompleta e cada magia pode ser usada apenas uma vez por dia.

  • Shamak (trap ャ マ ク Shamaku ): Shamak permite que Subaru prenda seu oponente em uma área de escuridão que confunde seus sentidos. Como era a única mágica que ele podia usar antes de seu portão desabar, ele a usou várias vezes e até se apegou a ele, chamando-o de "Shamak-san".

Afinidade Espiritual: Subaru tem um presente inato raro para formar contratos com espíritos.

Usuário Espiritual (eir 霊 使 い Seirei Tsukai ): Subaru é contratado com o Espírito Artificial Beatrice, embora, segundo ela, ele não seja um verdadeiro Usuário Espiritual. Ela também tem uma terrível taxa de consumo de mana e antigamente contornou isso drenando a mana das pessoas na mansão usando a biblioteca como um meio. Como Julius, Subaru também é considerado um Cavaleiro Espiritual (精 霊 騎士 Seirei Kishi ). Como ela é um Espírito Artificial, ela também tem várias condições que Subaru é forçada a seguir:

  • Subaru não pode formar um contrato com outros Espíritos
  • Beatrice não pode restaurar mana sozinha
  • Beatrice não pode usar a mana na atmosfera
  • Beatrice só pode drenar mana de Subaru

Artes Espirituais (精 霊 術): Após o Arc 4, Subaru pode usar isso.

  • E · M · M '(Emir ミ リ ア た マ ジ' Emirado-tan Maji Megami , "Emilia-tan é Seriamente uma Deusa "): E · M · M é uma" mágica de defesa absoluta ". Beatrice usa Magia das sombras para interferir no tempo e no espaço ao redor de Subaru, e enquanto ele não pode se mover durante a ativação, ele não sofre interferência de fora da barreira. É semelhante à Autoridade da Ganância, mas não tem o mesmo risco, e pode ser usado até a mana acabar.
  • E · M · T '(' emirado-bronzeado Maji Tenshi , "Emilia-tan é um anjo sério"): E · M · T é uma "mágica de negação absoluta". " Um campo esférico de vários metros de comprimento com Subaru e Beatrice no centro é criado, o que nega os efeitos da mana dentro dele. Julius observa que é útil contra magos e aqueles que usam mana para ajudar suas técnicas. No entanto, a mágica apenas nega o uso de mana e, portanto, não tem efeito contra oponentes que lutam sem ela.
  • Rental Goa: Não é um de seus feitiços depois de formar um contrato formal com Beatrice, em vez disso, foi um feitiço improvisado criado no local durante o contrato provisório de Subaru com 'la' . Foi usado contra Betelgeuse para incendiá-lo depois de ser mergulhado em óleo.

Combate Físico: Embora ele não seja um guerreiro habilidoso como Reinhard e seus outros companheiros, ele é mostrado ter uma compreensão básica do combate corpo a corpo e foi capaz de se defender brevemente de Elsa, como demonstrado por sua aptidão em evitar os golpes de Felt quando confundido com um intruso. Ele também demonstra força em conter os bandidos que o atacaram.

Parkour: Durante os vários meses após o incidente no Santuário, Subaru aprende o básico do parkour com Clind e começa a se treinar.

Equipamento: Subaru usa um chicote como sua arma principal. Assim como seu Parkour, Subaru aprendeu o básico de usá-lo com Clind. Na Light Novel, foi revelado que seu chicote preferido foi feito da Besta Demoníaca que eles lutaram contra no Arco 4, o Rei Negro de Jato da Floresta Guiltylowe.

Patrasche Light Novel.png

Patrasche(Patorasshu): Patrasche é o dragão terrestre preto de Subaru que ele recebeu oficialmente de Crusch por seus esforços na batalha da Baleia Branca. É fêmea e da espécie Diana. Apesar de pertencer a uma espécie conhecida por ser agitada, problemática e orgulhosa, Patrasche é extremamente leal a ele, pois está disposta a colocar sua vida em risco para servi-lo.

Portão defeituoso: Após os eventos do Santuário, Subaru rompe completamente seu "portão" devido ao excesso, estressando-o lançando magia enquanto ainda estava se recuperando de um incidente com besta demoníaca no Arco 2. Agora ele não pode mais usar a magia sozinho porque não pode expulsar a mana, o que o coloca em risco de morrer por "Envenenamento de Mana". um estado em que muita mana se acumula na Od devido à má circulação de mana. Felizmente, seu contrato agora permanente com Beatrice permite que ela absorva o excesso de mana por contato físico que eles fazem diariamente.

Trivia

  • O toque do celular do Subaru é uma música chamada Yoake no Michi, de uma história popular chamada o cão de flanders.
  • Segundo o Autor, O aniversário dele é 1° de April, e sua flor de nascimento é Gypsophila elegans, conhecida por a respiração anual do bebê, em honra ao aniversariante o autor lança histórias "E se" como presente de aniversário, que são rotas onde Subaru fez escolhas diferentes baseadas em pecados.
  • Segundo o Autor, Patrasche seu dragão terrestre nasceu em dia 15 de Abril.
  • Em astronomia, "Subaru" é o nome japonês da constelação Pleiades. Na qual, 7 estrelas da constelação são referências as 7 irmãs, Filhas de Atlas e Pleione em mitologia clássica.
  • Ele é surpreendentemente talentoso em costura. Conseguindo até fazer animais de estimação.
  • Praticou kendo na escola por um tempo então sabe os básicos de esgrima.
  • Antes de da história My Fair Bad Lady, ele já se vestiu de mulher uma vez e utilizou o nome de "Schwarz Natsumi".[2]
    • "Schwarz" significa Preto em Alemão.
  • Subaru chegou em Lugnica dia 14 de Tamz segundo Kadomon Risch.[3]

Referências

  1. Volume 4 cap 2 Eventos cortados do arco 3 no anime
  2. Uma Semana na Mansão volume 2 Cap: A vida Serviçal Esplendorosa de Subaru Natsuki Subaru acaba sem querer falando que já teve outra experiência ruim se vestindo de mulher no colegial.
  3. Volume 1 Cap. 3 e Um dia na Capital volume 2 Panini deu o nome do mês como Tamz e NewPOP como Tamuz, dia dito por Kadomon.

Navegação

Royal insignia.png Personagens da Seleção Real Royal insignia.png
Chapas
Advertisement